Pesquisar este blog

Nos braços do Pai

Nos braços do Pai

Falando com Deus

Falando com Deus

Paz

Paz

TENHO ADORAÇÃO NO MEU DNA

21.4.12

“As astutas ciladas do diabo”,

Quando nos referimos
sobre “as astutas ciladas do diabo”,
e também sobre “os seus laços e ardis”,
devemos estar cientes
de que o diabo:

1º) perdeu seu lugar e lugar privilegiado;

2º) está disposto a destruir os filhos e as criaturas de Deus;

3º) evoluiu dentro do sistema chamado mundo, e suas estratégias passaram muito além do campo da enfermidade, opressão ou perseguição.

Vejamos, portanto, com base em Efésios 6: 11-12, quais as estratégias ou meios que o diabo utiliza contra a igreja em nossos dias, conhecendo quais são suas astutas ciladas hoje.

A ansiedade
A ansiedade é uma das armas modernas de destruição da personalidade e das famílias. É marcada por um desejo de realização acelerado. A ansiedade manifesta-se na impaciência, sensação aflitiva, precipitação interior.

- Está presente nos relacionamentos pessoais, na área afetiva. Jovens que se predispõem a casar-se sem ter certeza de seus sentimentos.

- No setor de trabalho, não esperar a hora certa da promoção. Ansiar por recompensas antecipadas de um trabalho ainda não realizado.

- Nos negócios, comprar precipitadamente e endividar-se por estar muito ansioso. Vender por preço muito baixo aquilo que se adquiriu com tanto esforço.

Essas e outras falhas das mais variadas são atribuídas à ansiedade, que é uma das armas para a destruição do homem. Devemos esperar em Deus, em oração, confiar no seu cuidado, para não cairmos no laço da ANSIEDADE que leva o cristão a tomar atitudes precipitadas. Antídoto: Sl 40: 1, 2Pe 3: 9 e Fp 4: 6-7.

A insatisfação

A insatisfação é o vazio presente nalgumas áreas da vida pessoal ou comunitária, gerando predisposição a não gostar de nada do que ocorre e não aceitar fatos bons ou ruins.

- Muitos cristãos têm dado lugar ao diabo. Nada os preenche mais. E, de maneira tola, dão as mãos para pessoas como Datã, Coré, e Abirão, como em Números 16, os quais estavam sempre descontentes e acabaram tragados pela terra. Vigie para que sua alma não seja tragada por atitudes semelhantes.

- “Se o grão de trigo não morrer, não pode dar fruto”. Seu “EU” ou “EGO” deve morrer para que dê a vida a outros e você mesmo a tenha ricamente, Jo 12: 24.

- O antídoto é a gratidão: Veja quanto Deus lhe tem concedido e seja grato, Sl 150.

- Isto atinge todas as áreas da vida humana: em casa, no trabalho, nas viagens, na igreja. Hoje, há muitas pessoas insatisfeitas e murmuradoras. Sim, inclusive na Igreja! Nada pior que um indivíduo azedo, sempre do contra. Faça o inverso, pare de reclamar, seja grato, louve, adore e agradeça ao Senhor.

Avalie o que é melhor e mais louvável no reino: servir ou ser servido? A satisfação está no servir. Antídoto: Sl 92: 1, Fp 4: 11-12, Cl 4: 17. Louvar, orar e fazer tudo para Jesus.

A carência afetivaA carência afetiva é marcada pela ausência de um relacionamento carinhoso, meigo, no presente ou no passado. A pessoa assim tratada se sente ferida, tem desejos de ser amada, valorizada em seus sentimentos.

- Nem todos, mas muitos casos de adultério são provenientes, nascidos, concebidos na carência efetiva.

- Os jovens e as jovens que caem nesse “laço” não percebem e saem da igreja para satisfazer esta falta, acabam sucumbindo-se diante do poderio do pecado.

- Por que Milca, filha de Saul, o rei, teria ficado em casa e não estava na comitiva que trazia a arca? Por que o desprezo dela, vendo e participando da alegria de Davi? Por que estava contrariada, vendo que o seu marido “pulava” de alegria? Não estaria ela descontente por causa de uma carência afetiva não curada?

Será que o rei Davi cuidava melhor do reino que do seu casamento e da sua esposa? 2Sm 6: 16. Sim, depois Davi caiu com Batseba. Podemos até supor que Milca tenha se fechado, magoada, triste e rancorosa para com Davi e isso talvez tenha aberto para ele a porta para a primeira mulher que estivesse, na visão de Davi, ao seu alcance, 2Sm 11: 2.

Antídotos: a) Para os solteiros - Expor para Deus a sua necessidade e buscar ajuda de alguém que seja um constante intercessor e orientador, Fp 4: 19; b) Para os casados: conversar com o cônjuge sobre suas carências e desejos, orar para que ambos sempre se comuniquem e sejam humildes em confessar suas necessidades. Se necessário, busquem conselho com alguém nessa área e creiam que há, sim, pessoas confiáveis e ajudadoras.

O materialismo
O materialismo é a busca constante do ter, possuir, adquirir, acumular, usufruir os bens, viver em prol do dia-a-dia, sufocando inconscientemente o desejo da espiritualidade latente no homem. A corrida materialista desenfreada de nossos dias coloca de lado o espiritualismo sob a ideia errada de que os bens preenchem a alma.

- Falo para os cristãos renovados, ciente de que muitos podem se achar dentro desse laço e talvez queiram “Ganhar o mundo todo”, esquecendo-se de que podem, nesse “ganhar”, perder a sua alma.

- Sou filho do Rei! Ouço muitos dizerem. Concordo, mas lembro que o reino do nosso Rei começa com “justiça, paz e alegria no Espírito”, Rm 14: 17, e que não é comida nem bebida. Em resumo: não é em si a matéria. Disse Jesus: “meu reino não é deste mundo”.

E além de ser filho do rei, sou “servo”. Não estou dizendo que você não pode ser próspero, ser rico, não! Você pode ser “mordomo” de grandes e pequenas quantias. Malaquias me lembra agora que “quem é fiel no pouco terá sobre si o derramar de bênção tal que advenha maior abastança”.

Os bens materiais vêm naturalmente na vida do cristão. Não há necessidade de se jogar sem salva-vidas no mar do consumo e submergir nas ondas das dívidas e juros traiçoeiros; prosperidade não se busca só na área material, mas sobretudo no poder e na graça de Deus.

Antídoto
Buscar em primeiro lugar o reino de Deus, Mt 6: 33. Tudo provém dele e deve ser para ele. Você é cristão por SER ou por TER?

Avalie com cuidado as colocações destes tópicos e veja se você não está ainda nesses laços modernos do inimigo. Ele é astuto! Se você perceber qualquer fraqueza, clame ao Senhor, pule fora! E ajude outros a vencer. O caminho para a vitória é a oração, a leitura atenta da Palavra, a comunhão com o Senhor.



SYLVIA MONTEIRO

0 comentários:

Postar um comentário

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...